Mulher morre vítima de feminicídio em Laguna


Postado em 23/10/2018 às 09:02 por Rinalda Zago


Foto: Divulgação

Após quase uma semana hospitalizada, a mulher que foi espancada pelo seu ex-marido não resistiu aos ferimentos e morreu ontem. Camila Alves, de 29 anos, estava internada em estado grave no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. O crime aconteceu no dia 16, no bairro Barbacena, em Laguna. 
De acordo com a Polícia Militar (PM), a filha da vítima informou que o homem invadiu a residência de sua mãe e começou a agredi-la. No dia dos fatos, a guarnição chegou à casa da vítima e a encontrou caída no chão. Ela tinha várias lesões nos braços, pernas e na cabeça.
O Corpo de Bombeiros prestou os primeiros atendimentos e depois a encaminhou ao Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, sendo posteriormente transferida para Tubarão, devido à gravidade dos ferimentos. Contudo, após lutar pela vida por quase uma semana, a mulher não resistiu. 
Camila teve afundamento no crânio e diversas lesões pelo corpo, provocadas pelas agressões do ex-marido. 
O acusado do crime foi preso no mesmo dia da agressão pela Polícia Militar. Ele estava escondido nos fundos de um rancho na casa dos pais. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Laguna e, em seguida, à Unidade Prisional Avançada da cidade. O crime é tratado como feminicídio, ou seja, crime com morte intencional de mulheres, classificado como um crime hediondo no Brasil. 
Conforme o delegado responsável pelo caso, Franco Gomes Reginato, o acusado já possui passagens policiais por crime de violência doméstica.

Assassinatos na Amurel

Com a morte de Camila, Laguna registra o nono homicídio do ano, tendo o maior número de mortes das cidades da Amurel, ao somar 30 assassinatos. Tubarão segue em segundo lugar no número de assassinatos, com sete mortes.

Fonte:  Diário do Sul


Carregando...

www.000webhost.com