Pescaria Brava: município mais novo celebra 6 anos


Postado em 25/10/2018 às 09:34 por Rinalda Zago


Foto Divulgação

Pescaria Brava comemora hoje seis anos de emancipação político-administrativa. Antes um bairro de Laguna, o município mais novo do Brasil vem crescendo e, segundo o prefeito, “ganhando cara de cidade” com projetos e programas que beneficiam os quase 10 mil moradores. 

Nos últimos anos, Pescaria Brava ganhou delegacia, agência bancária e posto da Cidasc, o que fez com que a população pudesse ter acesso a diferentes tipos de serviço sem precisar viajar até o Centro de Laguna, como antigamente. O prefeito Deyvisson da Silva de Souza explica que o município vem se desenvolvendo e que outros projetos estão sendo desenvolvidos visando ao bem-estar das comunidades. 

“Uma coisa simples, que não existia, era a numeração das residências. Agora, a prefeitura está numerando todas as casas. Uma licitação será feita para escolher a empresa que vai colocar as placas de identificação nas ruas e, no futuro, queremos que uma agência dos Correios seja instalada no município”, diz Deyvisson. 

O processo de revitalização turística do Centro de Pescaria Brava também está nos planos da atual gestão, assim como a pavimentação de mais ruas e a implantação de água potável na comunidade de Barreiros. 

“Se olharmos para trás, de quando o município era só um bairro, existia muita carência. A emancipação trouxe uma melhora significativa. Hoje, a saúde está mais próxima dos moradores. É possível dar mais atenção na área de educação e temos projetos de sucesso que envolvem a terceira idade. Estamos no caminho certo”, concluiu o prefeito. 

O município também espera ampliar o número de empresas. Com extenso território, o prefeito diz que ainda há muito para ser explorado. “Entre os desejos, está a liberação de um terreno, às margens da BR-101, onde pode ser criado um parque industrial”, conta. 

Hoje é feriado no município, mas os funcionários e servidores trabalham normalmente. Por decreto, a folga deles acontece amanhã.

AGRICULTURA, PECUÁRIA E PESCA

O mais novo município catarinense é considerado um dos povoados mais antigos do Estado. Segundo historiadores, a colonização de Pescaria Brava aconteceu há mais de 300 anos, com a chegada de imigrantes portugueses à região.

Em 15 de maio de 1857, Pescaria Brava se transformou num dos primeiros distritos criados pela Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina, por meio da Resolução nº 437. Foi elevada à categoria de Freguesia, a menor divisão administrativa, sendo denominada Freguesia de Bom Jesus do Socorro.

A cidade é formada por descendentes de portugueses, alemães, italianos, africanos, açorianos, quilombolas, entre outros. Pescaria Brava tem como base da sua economia a agricultura familiar, pecuária e pesca.

Fonte: Diário do Sul


Carregando...

www.000webhost.com