Preço da gasolina diminui em Tubarão


Postado em 07/11/2018 às 09:19 por Rinalda Zago


Foto Divulgação

A Petrobras anunciou ontem o corte de 0,74% no preço médio do litro da gasolina, sem tributo nas refinarias. Com a baixa, esse se torna o maior corte já feito pela estatal desde o anúncio da política de 
reajustes quase diários, em vigor desde julho do ano passado. A queda constante no valor do combustível nas refinarias já fez com que alguns postos de Tubarão diminuíssem o preço nas bombas.

Com a alteração, o valor médio do combustível cairá para R$ 1,7165 por litro nas refinarias. Esse é o menor valor desde o R$ 1,7199 visto em 20 de abril, conforme informações do site da petroleira. 

Em um posto de combustíveis no Centro da cidade, a gasolina nesta semana pode ser encontrada custando R$ 4,19 o litro. Segundo o atendente, são dez centavos a menos que o preço praticado na semana passada. 

Mas os valores variam, e o consumidor precisa rodar para encontrar um preço que agrade ao bolso. Próximo à BR-101, outro estabelecimento vende o litro da gasolina a R$ 4,39, mas quem paga no cartão de débito ou no dinheiro ganha dez centavos de desconto por litro.

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), Lurran Nascimento de Souza, as constantes baixas nos valores repassados às refinarias podem chegar ao consumidor final. 

“Não é de certeza, porque das refinarias o combustível segue para os revendedores e depois chega aos postos com um valor de mercado diferente. Por isso, nem sempre que o valor cai na refinaria o consumidor final observa essa diminuição na bomba. Mas como esses valores vêm baixando com frequência, é fato que o preço nas bombas também deve cair”, explica Lurran.

VALORES EM QUEDA

Especialistas dizem que o atual corte nas refinarias se deve a uma valorização do real ante o dólar e também a um enfraquecimento das referências internacionais do petróleo, parâmetros utilizados pela companhia para a formação de preços dos combustíveis. Essa já é a décima queda de preços em pouco mais de um mês, segundo dados do site da Petrobras. 

De acordo com o site da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), o preço médio do litro de gasolina em Tubarão, na primeira semana de outubro, era de R$ 4,49. Na pesquisa mais recente, com data fechada no dia 3 de novembro, consta que o valor médio chegou a R$ 4,46. O preço mais alto encontrado nos postos da cidade era de R$ 4,55, enquanto o mais baixo era de R$ 4,34. 

Mas, na tarde de ontem, era possível encontrar, em Tubarão, a gasolina num preço bem menor, por até R$ 4,19 o litro - o que representa uma diferença de 15 centavos por litro entre os dias 3 e 6 de novembro.

Fonte:  Diário do Sul


Carregando...

www.000webhost.com