Vereadora contrata o marido em Jaguaruna


Postado em 21/02/2019 às 08:44 por Rinalda Zago


Foto: Divulgação

A conduta da presidente da Câmara de Vereadores de Jaguaruna, Joelma de Miranda Cruz (PSD), nomeando o marido, Adriano Souza dos Santos, como diretor geral da Casa, será analisada pelo Ministério Público Estadual, que instaurou inquérito civil para apurar o caso. 

O fato chamou a atenção dos moradores da cidade e uma denúncia chegou até o MP na semana passada, através da ouvidoria. O titular da 1ª Promotoria de Justiça, Leonardo Cazonatti Marcinko, é quem irá investigar as informações. A vara é responsável, entre outros assuntos, pela área da moralidade administrativa. O marido da vereadora foi admitido em 7 de janeiro deste ano – uma semana após ela assumir como presidente -, com um salário de R$ 3.506,76 mensais.

O caso pode ser enquadrado como nepotismo, que ocorre quando há favorecimento de parentes por meio da nomeação para cargos públicos, principalmente para cargos comissionados, que são de livre nomeação e exoneração. Se a ação for julgada ilegal, a vereadora pode responder judicialmente.

Joelma diz que a nomeação do marido aconteceu por considerar que ele possui qualidade técnica para o cargo. Segundo a justificativa da vereadora, Adriano já foi vereador em dois mandatos, presidente da Câmara também em dois mandatos, foi secretário de Obras, diretor de Obras e diretor de Compras, e ela acredita que o marido teria muito a contribuir com o trabalho dela neste momento de recesso. Segundo a vereadora, ele vai permanecer no cargo por 60 dias, e uma nova pessoa será nomeada para a função.

Fonte:  Diário do Sul


Carregando...

www.000webhost.com