Votação tem prisões, urna destruída e cheque encontrado em seção


Postado em 08/10/2018 às 08:34 por Rinalda Zago


A votação na região da Amurel foi considerada tranquila pela Justiça Eleitoral. Contudo, durante o dia, algumas ocorrências policiais foram registradas. Em Tubarão, dois homens foram detidos entregando santinhos e dinheiro. Um dos casos aconteceu em frente à Escola Básica Maria Emília Rocha, no bairro Recife. 
O outro aconteceu no bairro Passagem. Um eleitor chegou a jogar vários santinhos numa lata de lixo após ser flagrado fazendo boca de urna. Os dois homens foram encaminhados à Central de Plantão Policial. Ainda em Tubarão, por determinação da juíza eleitoral, um outdoor que estava às margens da BR-101 foi retirado. A propaganda do candidato Bolsonaro foi colocada após encerrar o período da propaganda eleitoral. 
Ainda na região, em Jaguaruna, conforme a Justiça Eleitoral, um eleitor foi detido. Ele teria desacatado um policial militar, bem como o agredido. Já em Capivari de Baixo, uma mulher, que prestava serviço de atendimento volante nas eleições, teria sido ameaçada por eleitores enquanto realizava o trabalho. 
Em Orleans, um fato inusitado aconteceu durante a votação. A secretária de uma seção, da Escola de Educação Básica Costa Carneiro, encontrou na porta da sala um cheque no valor de R$ 20 mil. A escola fica no Centro do município. 
A Polícia Militar foi ao local e registrou a ocorrência. O caso é investigado. E, em Morro da Fumaça, um homem de 25 anos entrou com uma marreta em uma seção eleitoral no bairro Graziela, em Morro da Fumaça, e destruiu uma urna eletrônica. Ele foi detido por outros eleitores até que a Polícia Militar chegasse ao local.
As mídias onde ficam computados os votos não foram afetadas. Esses dispositivos puderam ser inseridos em uma nova urna eletrônica, e nenhum voto já realizado foi perdido. Ainda de acordo com Isabel, a substituição foi rápida porque os técnicos estavam perto do local. A lei prevê reclusão de cinco a dez anos para quem “causar, propositadamente, dano físico ao equipamento usado na votação ou na totalização de votos ou a suas partes”.

Prisões no estado
De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), foram registradas, no total, 94 ocorrências policiais, com 37 prisões de eleitores.

Fonte:  Diário do Sul


Carregando...

www.000webhost.com